Aperibé promove III Oficina do PMAQ

Aperibé sediou a Terceira Oficina Regional do PMAQ (Programa de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica) Autoavaliação e Desenvolvimento no Centro de Convenções Ataíde Faria Leite. Os municípios presentes foram: Aperibé, Itaocara, Porciúncula, Natividade, Miracema, Varre-sai, Bom Jesus do Itabapoana, São José de Ubá, Santo Antônio de Pádua, Laje do Muriaé e Cardoso Moreira. Agora Italva, Itaperuna, Cambuci e Bom Jesus do Itabapoana não compareceram ao evento, mas dos quatro, apenas Bom Jesus do Itabapoana já aderiu ao programa. Estiveram presentes as apoiadoras da Gestão da Atenção Básica da Secretaria de saúde do Estado Fany Chan, Aline Cunha e Clarice Furtado.

A apoiadora Clarice Furtado disse está feliz por Aperibé receber duas das três oficinas realizadas. “Sempre precisamos de um município que possa sediar. Então Aperibé que está sediando, sempre marca uma presença importante no trabalho do PMAQ. Com isso sabemos que o município está correndo atrás e cumprindo as fases, fazendo à melhoria da atenção básica e do acesso a atenção básica. Então sediar este evento é muito representativo,” destacou.

Ainda de acordo com Clarice os municípios estão conseguindo avançar bastante no programa. No início todos tomam um susto, porque é algo novo e deve se feito um planejamento, mas a evolução está sendo boa. “O programa tem metas a serem cumpridas que são as dos indicadores dentro do processo de trabalho da equipe. Os municípios vão receber a visita de avaliadores externos da Universidade no caso do Estado do Rio de Janeiro vai ser a Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP) da Fio Cruz que virá ao município e fará um questionário para saber como está sendo feito o atendimento dentro da unidade. Então as entrevistas serão feitas com as equipes e também com a comunidade que está sendo atendida,” argumentou.

Ela finalizou agradecendo a todos pela participação e que isso engrandecer muito o trabalho da equipe. E acrescentou: “Sempre procuramos vir ao noroeste fluminense, porque além de ser uma região que tem uma carência, é também bastante distante da capital. Estamos aqui para acompanhar este processo que é muito importante, porque a atenção básica é o pilar da saúde. Os municípios aqui são menores, por isso estão muito mais centrados na atenção básica. Então temos que melhorar a qualidade e agilidade desse setor da saúde,” concluiu.

Além do evento do PMAQ Aperibé também realizou um curso de capacitação em “Trabalhos Operacionais e Educação em Saúde no Controle da Dengue”, nos dias 14 a 18 e 21 a 25 de maio. Este foi ministrado por técnicos da Vigilância em Saúde do Estado para agentes comunitários de saúde e de combate à Dengue. Este curso abordou temas de muita relevância para atualização dos agentes, dentre eles, a biologia do vetor (Aedes Aegypti), seu controle, combate e prevenção da doença, forma de abordagem, comunicação e interação com os usuários nas visitas domiciliares.

Ascom-PMA

Obrigado por acessar nossa página.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s