Merendeiras participam de concurso de Melhores receitas da Alimentação Escolar

Merendeiras

O aroma nos arredores do Jardim de Infância Carolina Oliveira de Almeida já denunciava que a cozinha estava em plena atividade. Pela sensação provocada pelos sentidos, era coisa muito boa. E os sentidos não costumam se enganar. A cozinha estava em polvorosa! Literalmente.

Mulheres, forno e fogão em atividade. Estava acontecendo ali, no dia 15 de maio a etapa municipal da 2ª Edição do concurso “Melhores Receitas da Alimentação Escolar”.
Oito merendeiras de sete escolas municipais dos três distritos aceitaram o chamado do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação – FNDE – e desenvolveram pratos especiais com ingredientes utilizados na preparação escolar diariamente.

Com o total apoio da Secretaria Municipal de Educação e sob a coordenação da nutricionista Débora Machado, as merendeiras se empenharam no preparo de guloseimas fáceis de preparar e saudáveis.

Enquanto os jurados e visitantes circulavam com água na boca apreciando os pratos, a ansiedade era visível no rosto das profissionais. A secretária de Educação tratou de deixar todas elas seguras. “Vocês são todas vencedoras a partir do momento em que se dispõem a fazer o melhor para nosso aluno, e porque todas são educadoras. Não estão em sala de aula, mas estão na cozinha, no preparo de uma alimentação saudável feita com amor e seduzindo o aluno através do paladar”, disse Doracineia Correa Dutra.

A nutricionista Débora Machado explicou a complexidade do preparo da merenda escolar na atualidade e da importância das merendeiras na higienização do ambiente, no manuseio dos ingredientes e no preparo da alimentação saudável.
A mesa julgadora foi composta por um aluno da rede municipal de ensino, Lucas Portugal; a nutricionista da Secretaria de Saúde, Carla Guedes; o representante do Conselho de Alimentação Escolar, Denílson Bazeth e a representante da Secretaria de Educação, Maria de Fátima Dias Rodrigues, que enfrentaram uma difícil tarefa.

No fim, depois de muitas dúvidas, as receitas campeãs foram: estrogonofe tropical, da merendeira Eunice Correa, representante da Escola Municipal Orlinda Veiga; escondidinho de legumes com frango, da merendeira Jucenil das Graças, da Escola Municipal Américo Pirozzi (Santa Clara) e bolo de inhame recheado, da merendeira Ana Neri Alves Martins Ferreira, da Creche Escola Vovó Beatriz, de Purilândia.

As receitas campeãs entrarão no cardápio municipal e a primeira colocada, Eunice Corra, irá participar da etapa estadual, que está prevista para acontecer no dia 30 de maio. As escolhidas irão participar da etapa federal, em Brasília. E a merendeira, cuja receita for escolhida pelo FNDE na etapa federal ganhará uma viagem internacional e cinco mil reais em dinheiro.

Na verdade, quem ganha com tudo isso é o aluno da escola municipal, que está inserido num contexto de cuidado e saúde através de uma alimentação especial, balanceada e saudável.

Rosimere Ferreira – ASCOM PMP

Anúncios

Obrigado por acessar nossa página.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s